Meu pé de jábuticaba

meu_pe-jabuticabaAo ver o meu pé de jabuticaba carregado de frutas, lembrei de sua história sofrida. Um trator o arrancou há anos e o deixou deitado para morrer e secar. Entretanto, a parte das raízes que tinha contato com o chão buscou água para todo o corpo. Crescendo deitado, ele ficou amassado e deformado, mas não deixou de produzir jabuticabas. Essa era a sua missão.

Ao perceber que se recusava a morrer, resolvi plantá-lo em outro local, sem muitas esperanças. Na nova casa, usei esticadores para tentar endireitá-lo, mas as marcas do sofrimento permaneciam. Era como endireitar ossos entortados.

Tempos depois, uma reforma na casa obrigou um terceiro transplante do meu pé de jabuticaba. Parece que a vida escolhe alguns para sofrerem mais que outros. Meu pé de jabuticaba pediu apenas algum tempo para se ajustar e voltou a produzir no seu terceiro campo missionário. Diante de tanta resiliência, compramos novas mudas de jabuticaba. Agora ele podia contar suas histórias para encorajar os companheiros.

Não devemos homenagear aqueles que insistem na vocação, não importando quantas vezes são arrancados de seu conforto?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s