Seus fracassos e os outros

Gostamos de esperar ajuda dos outros, mas a questão principal é o que fazemos com as oportunidades que recebemos.

 
– Deixe aberta a porta por onde passa. Você precisará voltar mais vezes do que imagina.
– Evite confusões. As pessoas querem distância de encrenqueiros.
– Respeite o que é dos outros. Se você abusar dos bens alheios, as pessoas acharão que é “folgado”. Elas fazem contas o tempo todo e teem ciúmes até de uma ferramenta velha.
– Nunca fale mal daqueles que ajudam você, pois eles se sentirão traídos.
– Agradeça sempre. As pessoas esperam ser recompensadas.
– Trate as oportunidades como se fossem únicas. As pessoas se cansam de ajudar.
– Não seja um  “escapista”, alguém que (por meio de  devaneios, vícios etc) foge à realidade quando ela é desagradável. As pessoas não confiam em quem age assim.
– Esteja sempre trabalhando, mesmo sem salário. As pessoas ficam impressionadas ao verem você “ralando”.
– Não faça as coisas de qualquer jeito. As pessoas se irritam ao perceberem que você não deu o seu máximo, mesmo como voluntário, e imaginam que, se não faz bem determinada coisa, também não fará outras.
Em resumo, não queime as pontes depois de atravessá-las.
Anúncios

Um comentário sobre “Seus fracassos e os outros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s