Espere milagres

pescadorQuando o cobrador de impostos perguntou a Pedro se Jesus não pagaria o imposto, ele respondeu, sabendo que não havia dinheiro: “Sim, ele paga”. Pedro tinha aprendido que, andando com Jesus, veria os Céus cooperando juntamente para o bem dos amam a Deus. Pela orientação de Jesus, Pedro preferiu esperar um milagre em vez de contestar se o imposto era devido. Não deveria nos incomodar que os crentes hoje tenham tantos processos judiciais? Se a viúva do azeite fosse membro de nossas igrejas, provavelmente iria para a justiça contra seu credor. Mas ela preferiu apresentar sua causa diante de Deus. Jesus, se fosse como alguns líderes religiosos de hoje, desviaria o foco de seu ministério e iniciaria um grande debate sobre se deveria ou não pagar impostos. Não é impressionante que boa parte dos exemplos bíblicos de milagres são socorros do Céus para os crentes atenderem a exigências criadas pelos homens?
Então Pedro foi pescar…buscar o milagre.

Anúncios